História

Utopia foi uma banda brasileira de rock, criada em 1989 no estado de São Paulo, formada pelos integrantes do futuro grupo Mamonas Assassinas.

Formação

UtopiaFormada em 1989, a banda contava com o guitarrista Bento Hinoto e os irmãos Samuel e Sérgio Reoli, no baixo e na bateria, respectivamente. Durante um show, um rapaz que estava na platéia, o vocalista Dinho, se ofereceu para cantar “Sweet Child o’ Mine“, do grupo Guns N’ Roses. Sua performance escrachada garantiu a Dinho o posto de vocalista do Utopia e Márcio Cardoso que foi convidado pelo Sérgio Reoli que era amigo dele, para tocar teclado e entrar na Utopia. Dinho, mais tarde, trouxe consigo o sexto integrante, o percussionista Júlio Rasec.

Seu repertório era formado de composições sérias e sombrias, de autoria da própria banda, além de covers de bandas como Legião Urbana e Titãs. Em 1992, a banda gravou seu primeiro e único disco independente chamado “A Fórmula do Fenômeno“, com as canções “Vento Frio”, “Joelho”, “Funk White”, “Horizonte Infinito”, “Utopia II” e “Mina” (embrião da canção Pelados em Santos). O disco foi um grande fracasso comercial, vendendo pouco mais de 100 cópias.

Mudança para Mamonas Assassinas

Mamonas AssassinasO Utopia passou a apresentar-se na periferia de São Paulo e lançou um disco que vendeu menos de 100 cópias. Aos poucos, os integrantes começaram a perceber que as palhaçadas e músicas de paródia eram mais bem recebidas pelo público do que os covers e as músicas sérias. Começaram introduzindo algumas parodias musicais, com receio da aceitação do público.

Através de um show em uma boate em Guarulhos, conheceram o produtor Rick Bonadio. Decidiram, então, mudar o perfil da banda, a começar pelo nome, “Mamonas Assassinas do Espaço”, criado por Samuel Reoli e reduzido para “Mamonas Assassinas”, repertório e estilo, que se tornou mais cômico e escrachado. Com o novo nome, a banda teve uma carreira meteórica de sucesso absoluto, interrompida por um acidente aéreo em 2 de março de 1996.

A canção “Joelho” chegou a ser regravada para o primeiro álbum de estúdio dos Mamonas, porém, foi excluída do álbum. Em 1998, dois anos depois da morte dos integrantes do grupo, a regravação foi lançada no álbum póstumo Atenção, Creuzebek: A Baixaria Continua.

Integrantes

Fonte: Wikipédia


 
%d bloggers like this: